Sobre o pai

O pai não fica dizendo que ama, nem dando beijos. Porém, quando precisei pude contar com suas mãos firmes.
O pai não costuma tirar fotos, mas é um homem tão bonito mesmo sem ter vaidades.
O pai chora. Meu pai chora com notícia triste no telejornal, com cena de novela, com vitória emocionante no esporte.
Há tanto do meu pai em mim que devo a ele minha essência, muito do que sou é parte dele presente inquestionavelmente em mim.
O pai é minha riqueza. Ter pai é um tesouro!

Experiência lowcarb II

Logo que iniciei minhas leituras sobre dietas com redução de carboidrato, tive que refletir se seria adequada para mim é se eu conseguiria seguir. Pois bem, decidi começar a ter uma vida lowcarb aos poucos: primeiro reduzi os carboidratos de costume, o segundo passo foi eliminar os carboidratos das refeições noturnas, depois mantive somente o pãozinho matinal e nenhum carboidrato processado ao longo do dia. Esse processo - que eu chamo de período de adaptação - durou pouco mais de um mês. Optei por esse processo para tornar mais fácil mudar a rotina alimentar, já que não haveria uma ruptura brusca de hábitos. Atualmente, não sinto necessidade de comer pão nem arroz mas esporadicamente como quantidades pequenas de batata doce, milho ou aipim. Para que me sinta saciada, foi primordial aumentar a variedade de legumes e verduras, alimentos ricos em fibras, em minha dieta diária. Meu lema é: sem radicalismo.
Continuo lendo sobre o assunto e encontrei no Instagram pessoas que tiveram sucesso reduzindo os carboidratos da alimentação e outras que estão no processo. Tenho postado fotos diárias de minhas refeições no meu perfil https://www.instagram.com/cintia.p.machado/ e através das postagens vou me conectando com pessoas de vários países que estão buscando uma vida lowcarb. Reduzir carboidratos não significa eliminar totalmente os carboidratos da minha vida, o que a longo prazo pode causar problemas de saúde e não é desejável. E assim vou seguindo! Rumo ao objetivo de eliminar ao menos 10kg até dezembro sem perder a saúde.
Café com queijo prato e presunto: rápido, fácil e gostoso.

Ratatouille, vinagrete de tomate e sobrecoxa de frango assada: uma das vantagens das dietas lowcarb é que todo tipo de carne é permitido, como sua gordura natural.

Saladas! Aumentando a variedade de legumes e verduras, dá pra manter a dieta sem enjoar. Tenho experimentado vários tipos de alface e outros vegetais.

Eu sou RAINHA!!!



Rainha! Gata, parabéns! Você tem uma auto-estima tão elevada que quase lhe garante um lugar no Olimpo! É muito legal, linda, inteligente, amiga... Que bom! Só tome cuidado para não ficar se achando demais tempo todo. Isso pode levá-la a pensar que ninguém é bom o suficiente para você. Ou a passar uma imagem de esnobe, metida ou inatingível para aqueles que a cercam. Então tente resolver as coisas de um modo que não agrida as pessoas. Seja receptiva com os outros e você será um sucesso! 


*Essas páginas de testes!... 

Experiência lowcarb

Eu fui uma criança obesa. A partir da adolescência tenho passado pelo efeito sanfona, meu peso médio na maior parte da minha vida adulta esteve em torna dos 65kg mas - como acabei de dizer - com o efeito sanfona já tive 55kg numa época e já atingi 90kg em outra, atualmente peso 85kg. Nem é preciso dizer que, por mais que eu tenha boa autoestima, me incomoda o peso excessivo já que uma mulher de 1,60 deveria pesar no máximo 59kg para estar no seu peso ideal o que me causa desconforto principalmente quando preciso comprar roupas. Já passou pela experiência de experimentar várias peças de roupas numa loja até encontrar uma que caiba em seu corpo? Frustrante! Mesmo não sendo a pessoa mais vaidosa do mundo, fico pouca à vontade quando preciso abrir mão do vestido que gostei simplesmente porque não serve pra mim. Aqui na Região dos Lagos são poucas as lojas que investem nos chamados tamanhos especiais e, por isso mesmo, os preços de peças em manequins maiores que o 46 é alto. Então, estar acima do peso também gera mais despesas com o vestuário.
Bem, algumas vezes fiz dietas radicais para emagrecer como a dieta do pão (substituir almoço e jantar por sanduíches magros e ingerir frutas nos lanches), a dieta da ração humana (substituir almoço e jantar por vitamina de frutas com a ração humana, que nada mais é do que um mix de cereais e farinhas diversas) e a dieta da sopa, essas dietas causaram emagrecimento rápido porém enjoei rapidamente desse tipo de alimentação pouco variada.
A última vez que fiz dieta foi com o acompanhamento de uma nutricionista que me apresentou uma tabela com 5 grupos alimentares e orientou sobre a quantidade e quais deles eu usaria em cada refeição, sendo que no almoço e no jantar eu deveria comer um alimento de cada grupo. Assim, por exemplo, o almoço ideal seria: 1 colher de feijão (ervilha ou lentilha), 1 batata cozida (2 colheres de arroz ou macarrão ou angu ou farinha de mandioca), 100g de qualquer carne magra (exceto embutidos e carnes que passaram pelo processo de salga), 1 tipo de legume (na quantidade indicada que variava ) e verduras à vontade (tomate e pepino também). Foi fácil seguir o cardápio sugerido, mas após um mês a perda de peso foi mínima e acabei desistindo poucos dias  após a segunda consulta com a nutricionista - que mais criticou do que tentou modificar o cardápio.
Há pouco tempo minha sogra me falou sobre a influência do glúten e do carboidrato no ganho de peso e comentou que eu comia muito arroz e muito pão. Pediu que eu pesquisasse e pensasse a respeito e que tentasse comer menos desse tipo de alimentos. Na hora achei impossível, dificílimo. Porém, sou sensata e me lembrei que fora essas minha tentativas de dietas houveram épocas em que retirei pão da rotina alimentar e emagreci e resolvi diminuir consideravelmente a quantidade de pão e arroz que consumia diariamente. Começou a dar algum resultado, como se eu estivesse desinchando. Enquanto isso, pesquisava sobre os conceitos das dietas de baixo carboidrato, li sobre seus prós e contras e vi que era totalmente viável iniciar uma reeducação alimentar através da dieta lowcarb que, basicamente, se resume a comer o mínimo de carboidratos possível para que o corpo busque energia nas proteínas, que devem ser ingeridas em grande quantidade, e nas gorduras saudáveis que fazem parte dessa dieta. Dessa forma, o corpo eliminará a gordura ingerida e não a glicose produzida pela ingestão de carboidratos. Ainda estou lendo sobre o assunto e não pretendo levar essa dieta ao extremismo, já que sei que eliminar totalmente aquilo que se gosta de comer é o caminho mais curto para o fracasso de qualquer dieta, mas é a primeira dieta que não me deixa com fome e vontade de beliscar entre uma refeição e outra e o melhor: estou comendo diariamente muitos dos meus alimentos preferidos como ovos e carne bovina e estou descobrindo novas formas de consumir verduras e legumes. É visível que em pouco mais de uma semana estou emagrecendo. Tenho evitado ficar me pesando com frequência porque outro inimigo de uma dieta de emagrecimento é o uso excessivo da balança, que gera ansiedade, nem sempre a pouca diminuição de peso significa que você não emagreceu. Como conselho a quem já tentou várias dietas e desistiu no caminho do objetivo, digo que a alimentação lowcarb pode ser o que você precisa experimentar.
Sobrecoxa assada acompanhada de ratatouille e vinagrete de tomate

Sepe Lagos na Rede: ATENÇÃO!!!

Sepe Lagos na Rede: ATENÇÃO!!!: O SepeLagos está disponibilizando alimentos para os servidores que estão precisando devido a falta de pagamento. Procure nossa sede: Premmie...

Nova etapa

Muitos novos desafios surgem!
Eu, que nunca fui de temer o que virá, vou abraçando o que me parece ideologicamente correto. Nesses novos caminhos, encontro companheiros e me despeço de outros. A vida muda e eu mudo com ela.
Mas não mudo a minha essência, meus valores, minha fé.

Manobra

A proposta de abono de R$500,00 para todos os servidores da Prefeitura Municipal de Cabo Frio, sem dúvida, enfraquecerá o Movimento Unificado e tirará o foco da nossa reivindicação principal, que é a valorização profissional. Sabemos que muitos profissionais ficarão satisfeitos tanto com o abono quanto com mais essa promessa do prefeito em relação ao Plano de Cargos e Salários.Lembro que os debates sobre o PCCR/PCS tem se dado ao longo de anos e não aceitaremos trocar a progressão salarial por abonos mensais. Alguns já elogiam o prefeito Alair por estar injetando dinheiro nas contas bancárias do servidores. Não podemos, em hipótese alguma, nos acomodarmos diante desta situação que, a meu ver, é ultrajante. Me sinto enojada e revoltada! No entanto, precisamos agir de acordo com a legislação no que diz respeito ao nosso direito de greve, que pelo visto acontecerá. É importantíssima a presença de todos nós na assembleia agendada para o dia 7 de fevereiro, às 17:00h, em frente a Câmara Municipal. Não podemos ficar de braços cruzados vendo nossos direitos serem negligenciados pelo Executivo. Precisamos nos unir!
Topo